Devido a novas exigências do edital do Processo Seletivo 2010 da EPSJV, será obrigatório, já no Requerimento de Inscrição, o número do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) do candidato. Portanto, os interessados em participar da seleção devem providenciar o documento.


A EPSJV informa ainda que, no dia da prova, também será obrigatória a apresentação da carteira de identidade do candidato.
[ mais informações ]

Trabalhadores Técnicos em Histologia

 


 Autoria:
Bianca Ribeiro Veloso
Coordenação do Estudo:
 Leandro Medrado

Equipe do Estudo:
Leandro Medrado
Daniel Santos Souza
Bianca Ribeiro Veloso

 

 

Os técnicos em histologia são trabalhadores que exercem apoio ao diagnóstico de doenças, executando ações em laboratórios de pesquisa científica, centros de pesquisa e desenvolvimento, universidades e na área de saúde, cuidando da anatomia microscópica dos tecidos e órgãos.


O trabalho em histologia tem apresentado, atualmente, efeitos diretos e indiretos das transformações ocorridas nos processos produtivos capitalistas. Com as transformações nas formas de gestão do trabalho, e com a grande introdução de novas tecnologias biomoleculares e informáticas, todos os âmbitos do trabalho na sociedade foram modificados, e a área da saúde, como não poderia ser diferente, dado o seu caráter cada vez mais mercantil, também absorveu grande parte das novas transformações nas formas de organizar e gerir o processo de trabalho, fazendo com que ele se tornasse cada vez mais flexível, automatizado e especializado (MEDRADO, 2010).


A formação técnica em Histologia não está explicitamente relacionada dentre os cursos do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos do MEC (BRASIL, 2009). Já no Ministério do Trabalho e Emprego, segundo a Classificação Brasileira de Ocupações (BRASIL, 2010), são funções do técnico em histologia, auxiliar em experimentação animal, manipular produtos químicos, coletar tecidos, transplantar pele, confeccionar lâminas, congelar e transferir embriões.


Para exercer essas ocupações é necessário ter curso técnico de nível médio em histologia, biologia ou áreas afins. Trabalham em equipe multidisciplinar sob supervisão ocasional.


Essa habilitação de técnico em Histologia de nível médio foi aprovada pelo parecer nº 2.934 de 1975 do extinto Conselho Federal de Educação – CFE (BRASIL, 1989). Segundo este parecer essa habilitação foi criada pela vertiginosa evolução dos processos e métodos empregados nos trabalhos de pesquisa, na área da ciência que cuida da anatomia microscópica dos tecidos e órgãos.

 

 

 


Documentos
Ano Nome Autor Descrição Situação Link
2010Classificação Brasileira de OcupaçõesMinistério do Trabalho e Emprego (MTE)Nova versão da Classificação Brasileira de Ocupações (CBO). Tem por finalidade a identificação das ocupações no mercado de trabalho, para fins classificatórios junto aos registros administrativos e domiciliares. Os efeitos de uniformização pretendida pela CBO são de ordem administrativa e não se estendem as relações de trabalho. Publica a descrição das atribuições do técnico em histologia.AtivoLink
2009Portaria nº3189Ministério da SaúdeDispõe sobre as diretrizes para implementação do programa de formação de profissionais de nível médio para a saúde (Profaps).AtivoLink
1998Portaria nº505Ministério da SaúdeSubmete a consulta publica a proposta de regulamento técnico que fixa os requisitos mínimos exigidos para o funcionamento de laboratórios de citopatologia e histologia, em material biológico humano, constante do anexo desta portaria.AtivoLink
1991Projeto de Lei nº2090Senado FederalSubstitutivo do Senado Federal ao Projeto de Lei da Câmara nº 18, de 1995 (PL nº 2.090, de 1991, na Casa de origem), que "regulamenta o exercício profissional do histotecnologista e dá outras providências". Foi substituído pelo Projeto que regulamentou as profissões de Técnico de Laboratório e de Técnico em HemoterapiaEm tramitaçãoLink
1975Parecer nº2.934Ministério da EducaçãoEste parecer trata do mínimo a ser exigido nas habilitações afins de técnico em Patologia Clínica e técnico em HistologiaAtivoLink
1918Decreto nº12.878ExecutivoDesdobra a 19ª cadeira (anatomia e histologia patológicas) da Escola Superior de Agricultura e Medicina Veterinária em duas cadeiras distintas e dá outras providencias.RevogadoLink