Devido a novas exigências do edital do Processo Seletivo 2010 da EPSJV, será obrigatório, já no Requerimento de Inscrição, o número do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) do candidato. Portanto, os interessados em participar da seleção devem providenciar o documento.


A EPSJV informa ainda que, no dia da prova, também será obrigatória a apresentação da carteira de identidade do candidato.
[ mais informações ]

Trabalhadores Técnicos em Saúde no Brasil: formação e inserção profissional

 

Coordenação do Estudo:

Monica Vieira

 

Equipe do Estudo:

Monica Vieira
Alexandra de Almeida
Ana Margarida M. B. Campello
Arlinda Barbosa Moreno
Filippina Chinelli
Francisco José S. Lobo Neto
Márcio Candeias Marques

 

 

Esta pesquisa está voltada para a continuidade dos estudos desenvolvidos pelo Observatório dos Técnicos em Saúde sobre a formação e inserção profissional dos trabalhadores técnicos em saúde. 


As fontes de dados para a pesquisa são o Censo Escolar realizado pelo INEP/MEC, a Pesquisa Assistência Médico-Sanitária – AMS e a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD, ambas realizadas pelo IBGE. A utilização dessas bases de dados é importante por permitir acessar as informações referentes aos trabalhadores, atuantes no setor formal ou informal, tanto do setor público como privado.


As matrículas, os concluintes e os cursos de educação profissional técnica e tecnológica formarão a base de informação sobre a formação profissional em saúde e os postos de trabalho formarão a base de informação sobre os trabalhadores na saúde disponíveis nos estabelecimentos que prestam serviços de saúde, levando-se em conta seus níveis de escolaridade, categorias ocupacionais, setor de atuação, esfera administrativa e vínculos. A partir da PNAD será possível caracterizar o perfil sócio-econômico dos trabalhadores, identificando não apenas aqueles trabalhadores ligados diretamente ao atendimento na saúde, mas, também, os trabalhadores que atuam no macro setor saúde, que inclui os serviços administrativos, de manutenção e de construção. Serão analisadas suas diferenças por gênero, renda, carga horária, escolaridade, público X privado. Espera-se que as análises produzidas possibilitem uma compreensão mais aprofundada acerca da complexidade das ocupações do setor.

 

 

 

Apresentação dos resultados da investigação intitulada "Dinâmica da Formação Técnica e da Ocupação de Postos de Trabalho em Saúde no Brasil nos anos 2000", no Seminário Trabalhadores Técnicos em Saúde: aspectos da Qualificação Profissional no SUS.

(Rio de Janeiro, 07 de maio de 2013).